Voltar

#DicaDoEsperança

A combinação de vinho, bacalhau e azeite deve respeitar alguns preceitos básicos.

Confira essa dica que separamos para você:

Regras para um trio perfeito

A combinação de vinho, comida e azeite deve respeitar alguns preceitos básicos, que foram estabelecidos para a harmonização entre os dois primeiros, e levar em consideração certas particularidades do óleo da oliva.

  1. Nenhum item pode se sobrepor ao outro. O azeite não pode atrapalhar a percepção dos aromas e sabores do bacalhau nem do vinho. O Bacalhau não pode esconder o vinho ou o azeite. E o vinho não pode matar o sabor do bacalhau e azeite.
  2. Numa boa harmonização, o conjunto é sempre melhor do que as partes isoladamente. Um item ressalta as qualidades do outro.
  3. A combinação pode ser por semelhança ou por contraste. A combinação por semelhança é mais fácil.
  4. Não só o tipo do azeite a ser harmonizado é importante. Como com qualquer outro ingrediente de um prato, a quantidade de azeite usada tem de ser considerada na hora de escolher o vinho.
  5. É importante lembrar que o azeite, assim como gordura, intensifica os sabores da comida.
  6. Por ser uma gordura, o azeite pede vinhos que tenham uma acidez capaz de limpar a boca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *